Home > Ciência > Melhorando Vidas > Você sabe o que faz um farmacêutico?
Melhorando Vidas

Você sabe o que faz um farmacêutico?

No Dia do Farmacêutico, a Bayer parabeniza os profissionais que promovem a eficácia das terapias com foco na saúde e no bem-estar dos pacientes.

19.01.2020 - Por Bayer Jovens

Quem está doente não hesita em correr para uma farmácia em busca de cura. Atrás dos balcões desses estabelecimentos, os pacientes sempre encontram um farmacêutico para ajudar na escolha do remédio adequado. Esses profissionais interpretam o receituário, tiram as dúvidas dos compradores e auxiliam na aquisição do produto correto, garantindo a segurança e a saúde dos pacientes.

Os farmacêuticos são profissionais versáteis e com uma formação completa capazes de atuar em inúmeras áreas, como laboratórios e farmácias hospitalares. No dia 20 de janeiro, data em que se comemora o Dia do Farmacêutico, a Bayer parabeniza esses profissionais essenciais para a saúde e o bem-estar da população.

Mas a carreira pode ser muito mais diversificada.

As trajetórias das farmacêuticas Fatima Lima e Ligia Ferrucci dão exemplos de como a profissão é multifacetada. Enquanto estudava na Universidade de São Paulo (USP), Fatima estagiou na área de pesquisa básica do Hospital das Clínicas e numa farmácia de manipulação de dermatologia. Ao se formar, ela experimentou muitas áreas na indústria farmacêutica. Com mais de 20 anos de carreira, trabalhou na área médica, dando suporte a profissionais de saúde, e passou pela farmacovigilância, até se apaixonar pelas pesquisas clínicas. Essa área desenvolve e testa novos medicamentos ou procedimentos, visando avaliar a segurança e a eficácia destes antes da aprovação e do lançamento no mercado.

No setor de Pesquisas Clínicas, Fatima se aprimorou em Gerenciamento de Dados. Há dois anos atuando na área de Data Management da Bayer no Brasil, ela acredita que a empresa está construindo novas oportunidades para farmacêuticos no país. "O profissional farmacêutico tem uma formação bastante técnica e diversificada que se encaixa muito bem no perfil de Data Management", diz Fatima.

Data Management é uma área que engloba muitas discussões sobre inovação, inteligência artificial e o uso de novas tecnologias. "O objetivo é aprimorar a forma como coletamos e processamos os dados dos estudos, conferindo mais agilidade e acurácia científica aos resultados", explica Fatima.

Segurança dos medicamentos

A farmacêutica Ligia Ferrucci, quando era estudante na USP, queria atuar na farmácia dos seus pais. Mas, durante o curso, ela descobriu tantas possibilidades de atuação que mudou de ideia. Ela estagiou em hospital e logo ingressou na indústria farmacêutica. "Acabei tendo contato com farmacovigilância e optei por essa área", conta Ligia.

Na Bayer desde 2009, atualmente ela é especialista em farmacovigilância, na área médica global da Bayer. "A farmacovigilância é uma área dentro da indústria, que cuida da segurança dos medicamentos. Monitoramos todos os eventos adversos que ocorrem, desde quando o medicamento está em desenvolvimento até quando já está no mercado", explica Ligia.

Segundo ela, o trabalho também é subdividido de acordo com a área terapêutica, como saúde feminina, cardiologia, oncologia, entre outras especialidades, no âmbito local ou global. "Avaliamos informações de casos individuais, levando em consideração o histórico do paciente, doenças concomitantes, possíveis interações medicamentosas e uma análise de causalidade. É um trabalho que contribui para a avaliação constante de segurança do paciente com relação ao uso dos medicamentos da Bayer", explica a especialista.

Amplo mercado

Atualmente, mais de 221 mil profissionais estão registrados no Conselho Federal de Farmácia (CFF). Segundo dados da entidade, existem 637 cursos de graduação em Farmácia no Brasil.

O mercado de trabalho é amplo, com mais de 87 mil farmácias e drogarias privadas e 450 indústrias farmacêuticas, além de vagas em outros locais, como distribuidoras e importadoras de medicamentos. "A Farmácia é uma profissão diversa e essencial, e o CFF tem, de fato, evidenciado isso à sociedade, envolvendo-se e coordenando as principais lutas para que o farmacêutico se destaque e possa cumprir o seu papel no zelo pela saúde pública", afirmou o presidente do CFF, Walter Jorge João, em comunicado da entidade.

Bayer Jovens