Home > Saúde e bem-estar > Um mutirão contra o diabetes
Saúde e bem-estar

Um mutirão contra o diabetes

Com apoio Bayer, ANAD promove campanha gratuita de diagnóstico e prevenção da doença que já atinge mais de 18 milhões de brasileiros

07.11.2018 - Por Bayer Jovens

Em apenas dez anos, de 2006 a 2016, o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8% e passou a atingir 8,9% da população, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde obtidos na Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas (Vigitel). Isso significa um total superior a 18 milhões de pessoas, e a tendência é de alta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. Para complicar o quadro, um número significativo de pessoas pode ter a doença, mas ainda não sabe por falta de diagnóstico.

Um mutirão contra o diabetes

Esse é um dos motivos que justificam a realização da 21ª Campanha Nacional Gratuita de Prevenção do Diabetes, promovida pela Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD) que conta com o apoio da Bayer. Trata-se de um grande mutirão da saúde a se realizar nos dias 8, 9, 10, 12, 13 e 14 de novembro, com o objetivo de conscientizar a população e oferecer testes gratuitos de glicemia e avaliação de complicações crônicas, como a retinopatia diabética, principal causa de cegueira em adultos jovens, além de orientação educacional relacionada à doença, incluindo a saúde reprodutiva e o aconselhamento em contracepção da mulher com diabetes.

Quem tiver o diagnóstico confirmado poderá realizar exames mais completos de visão, pés e boca, pressão arterial, índice de massa corporal (IMC), hemoglobina glicosilada (HbA1) e avaliação nutricional. Neste ano, a start-up brasileira Phelcom fará os exames de retina com um aparelho portátil inovador, o que facilitará o diagnóstico das lesões e o encaminhamento precoce para tratamento adequado.

A campanha coincide com o Dia Mundial do Diabetes, criado em 1991 e oficializado pela ONU em 2007, celebrado em 14 de novembro, data de nascimento do médico canadense Frederick Banting, que ganhou o Nobel de Medicina e Fisiologia em 1923 como um dos descobridores da insulina. Desde então, novembro passou a ser o mês de conscientização a respeito da doença, que se caracteriza por elevação nos níveis de açúcar no sangue, muitas vezes sem sintomas, e está associada a uma série de complicações nos olhos, rins, nervos e vasos sanguíneos quando não adequadamente tratada. O tratamento do diabetes inclui dieta equilibrada, atividade física e medicamentos.

Além do diagnóstico precoce, também é muito importante o acompanhamento periódico do portador de diabetes, para a mensuração dos níveis de açúcar no sangue e, pelo menos uma vez por ano, a avaliação da retina. Na fase inicial da doença, a retinopatia diabética – causada pelo diabetes e caracterizada pela presença de lesões na retina – é assintomática, mas pode evoluir para a cegueira, o que torna imprescindível o diagnóstico e tratamento precoces e o acompanhamento regular.

Em São Paulo, a 21ª Campanha Nacional Gratuita de Prevenção do Diabetes se concentrará na rua Eça de Queiroz, 198, Vila Mariana, perto da estação Paraíso do Metrô. Para conferir mais detalhes, acesse o site da ANAD. Caso queira saber mais a respeito do diabetes e dos eventos que ocorrerão em novembro em outras cidades, acesse os sites do Dia Mundial do Diabetes e da Sociedade Brasileira de Diabetes.

Publicado em Saúde e bem-estar
Tags: