Home > Saúde > 52% das brasileiras já tiveram candidíase, revela pesquisa. Saiba como identificar sintomas e prevenir a doença
Saúde

52% das brasileiras já tiveram candidíase, revela pesquisa. Saiba como identificar sintomas e prevenir a doença

Da calcinha à alimentação, pequenos hábitos podem contribuir para a saúde íntima da mulher e evitar problemas desagradáveis como a coceira vaginal

16.09.2020 - Por Bayer Jovens

Uma pesquisa do IBOPE, encomendada pela Bayer, revelou que 52% das mulheres brasileiras já tiveram candidíase ao menos uma vez. A doença é causada pelo fungo Candida Albicans, que faz parte da flora vaginal saudável e pode ser encontrado no organismo feminino, naturalmente, em pequena quantidade. Em situações de estresse, baixa imunidade ou outras condições que possam deixar o organismo debilitado, esse fungo acaba por ser multiplicar de forma desordenada, ocasionando a infecção. A vagina, por ser um local quente e úmido, se torna o ambiente perfeito para essa proliferação.

Mas como saber se é mesmo candidíase?  

Os sintomas da doença podem variar de acordo com cada mulher, já que cada organismo é único, mas saber identificar o problema pode amenizar os desconfortos. As características mais comuns incluem coceira vaginal incômoda, corrimento branco e espesso, ardência na região da vulva (parte externa da vagina) e inchaço dos lábios vaginais. Há ainda casos em que ocorre ardência ao urinar e dor durante relações sexuais.

Estou com candidíase, e agora?

É importante ter em mente que a candidíase pode ser tratada facilmente, por isso não há motivos para desespero. Atualmente existem tratamentos antifúngicos à base de Clotrimazol, que resolvem o problema com apenas uma aplicação de comprimido vaginal e que podem ser comprados em farmácias sem a necessidade de prescrição médica. Nesse caso é importante checar com um médico ginecologista de confiança, para se certificar do diagnóstico.

E o que fazer para prevenir a candidíase?

Assim como fazer o tratamento, prevenir a candidíase também é muito simples. Pequenas mudanças de comportamento, como evitar situações de estresse (principalmente durante a TPM), diminuir o consumo de açúcar, praticar atividades físicas e dormir por pelo menos 8 horas diárias, já devem contribuir muito para a saúde íntima feminina. Além disso, há outras recomendações que podem fazer a diferença: evitar o uso de produtos perfumados e de absorventes diários/internos na região íntima e dormir sem calcinha, mantém a vagina arejada, confortável e saudável.

Apesar de ser uma infecção vaginal bastante comum, falar sobre o assunto ainda é motivo de vergonha para muitas mulheres. Para mudar essa realidade, Gino-Canesten®, marca de produtos para cuidados com a saúde íntima feminina, lançou um movimento que busca quebrar os tabus voltados à mulher e a relação com seu próprio corpo. Com a hashtag #PPKSEMTABU, a marca visa desmistificar problemas comuns à maioria das mulheres, como a candidíase, estimulando o diálogo aberto e direto. Clique aqui para conferir o manifesto!

Para mais informações, acesse: https://www.ginocanesten.com.br

Sobre a Bayer

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de saúde e nutrição. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar pessoas apoiando-as para superar os maiores desafios apresentados pelo crescimento e envelhecimento populacional. Além disso, a companhia visa criar valor por meio da inovação e crescimento. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e a marca Bayer representa confiança, credibilidade e qualidade ao redor do mundo. No ano fiscal de 2019, com cerca de 104 mil colaboradores, obteve vendas de € 43.5 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2,9 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 5,3 bilhões. Para mais informações, acesse www.bayer.com.br

Informações à Imprensa – JeffreyGroup

Alessandra Muro – (11) 3185-0863 | amuro@jeffreygroup.com
Danilo Brasil – (11) 3185-0813 | dbrasil@jeffreygroup.com

Gino-Canesten® 1 comprimido vaginal (clotrimazol)/Gino-Canesten® creme vaginal (clotrimazol 50 mg/5g) / Gino-Canesten® 3 creme vaginal (clotrimazol 100 mg/5g) Reg. MS - 1.7056.0102. INDICAÇÕES: Gino-Canesten® 1 Comprimido vaginal é indicado para o tratamento local de vaginite e corrimento vaginal infeccioso causado por fungos, geralmente do gênero Candida. Gino-Canesten® Creme vaginal e Gino-Canesten® 3 creme vaginal é indicado para o tratamento local de vaginite e corrimento vaginal infeccioso causado por fungos, geralmente do gênero Candida. Também é indicado para o tratamento local de infecções da área vulvar e áreas adjacentes e inflamação da glande e prepúcio do parceiro sexual, causadas por fungos e levedura (vulvite e balanite por Candida). Contraindicação: hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula. Cuidados e Advertências: Gino-Canesten® 1 comprimido vaginal e creme podem reduzir a eficácia de métodos contraceptivos de barreira à base de látex. GINO-CANESTEN® É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, UM MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. SAC 0800 723 1010│sac@bayer.com │L.BR.COM.06.2020.11594

Publicado em Saúde
Bayer Jovens