Home > Acontece na Bayer > Poder para transformar
Acontece na Bayer

Poder para transformar

Ambiente inclusivo, aberto a novas ideias, que atenda às necessidades individuais e promova a diversidade de todas as suas maneiras. Este é o desafio da Bayer na defesa pela diversidade na empresa

16.11.2017 - Por Bayer Jovens

A Bayer promoveu, recentemente, o Primeiro Encontro com Coletivos e Estudantes Negr@s, para discutir práticas da Inclusão da Juventude Negra nas Grandes Organizações. No mês marcado pela celebração do Dia da Consciência Negra (20/11), a empresa reforça seu compromisso com a diversidade e compartilha os detalhes da programação que incluiu dinâmicas e debates de temas de interesse, com objetivo de divulgar seu posicionamento sobre o tema e impulsionar o Programa de Estágio Institucional.

 Primeiro Encontro com Coletivos e Estudantes Negr@s

O evento foi idealizado pela área de Talent Acquisition da Bayer, com o apoio dos Estagiários Embaixadores. Foram convidados ainda, membros do BayAfro, que falaram sobre a importância de desenvolver programas de equidade de oportunidades para os afrodescendentes. O presidente da Bayer no Brasil, Theo Van der Loo, participou das apresentações, junto com a Head de Talent Acquisition, Barbara Will, e a Diretora de Recursos Humanos, Elisabete Rello.

 Elisabete Rello, Diretora de RH da Bayer

Sim! A Bayer conta com um Comitê de Diversidade e Inclusão para diferentes temas – LGBTT+, Gênero, PCD, Gerações e o BayAfro, com foco exclusivo nas práticas e estratégias específicas para conscientização, inclusão e igualdade racial, que será lançado oficialmente dia 21 de Novembro, durante a programação da semana da Consciência Negra.

O Preta e Acadêmica — projeto construído coletivamente por mulheres negras e acadêmicas para dar visibilidade aos casos de racismo nas instituições de ensino — também marcou presença e contribuiu para o debate sobre a importância da discussão sobre meio acadêmico, oportunidades profissionais e igualdade racial.

Um dos pontos altos da programação foi o working day, com estudantes de diversas faculdades e coletivos de movimentos negros. A ideia foi atingir um grupo de jovens talentos para replicar a valorização por políticas inclusivas. O resultado? Um grande sucesso! A ação segue repercutindo entre os estudantes e reuniu alunos de diferentes universidades. Os participantes do working day logo criaram um grupo de whatsapp para compartilhar mensagens e notícias de mercado de trabalho em empresas que apoiam a diversidade.

Também como parte da integração, houve uma dinâmica para provocar reflexões relacionadas à pergunta: “Como promover a inclusão da Juventude Negra nas grandes Organizações?”. No fim do dia, cada um compartilhou suas ideias para mudar a situação do negro no mercado de trabalho. O próximo passo é desenvolver um projeto para engajar cada vez mais pessoas e organizações.

Bayer Jovens