Home > Saúde > Homem inteligente cuida da saúde
Saúde

Homem inteligente cuida da saúde

Deveria ser prioridade cuidar da saúde, porém, de acordo com uma série de estudos feitos pela Bayer, os homens ainda precisam superar alguns tabus relacionados a doenças como câncer de próstata.

15.07.2019 - Por Bayer Jovens

Todo mundo sabe que 8 de março é o Dia Internacional da Mulher, criado há mais de um século e celebrado em muitos países para destacar a busca da igualdade de gênero e do fim da discriminação. Porém, talvez você não saiba que existe também o Dia do Homem, em 15 de julho, e por um bom motivo: alertar para os cuidados com a saúde masculina.

Homem cuida da saude

Sabe-se que os homens costumam negligenciar a saúde e, para citar um exemplo, o exame de próstata é quase um estigma para a maioria deles, apesar de sua importância para a prevenção de uma doença comum em indivíduos do sexo masculino. Em 2018 foram registrados no Brasil 49,5 mil novos casos da doença, que causaram 14,4 mil mortes, principalmente por falta do diagnóstico precoce. Quando o câncer é detectado a tempo, as chances de cura passam de 90%.

Apesar desse grupo assustador, apenas 31% dos homens acham que todos devem fazer exames de próstata a partir dos 50 anos, 12% dizem que o exame é necessário só depois dos 60 anos e 13% não veem necessidade se não há sintomas. Esses números são da pesquisa Saúde do Homem Bayer 2018, um dos nove estudos relacionados ao tema feitos pela empresa nos últimos 11 anos.

O objetivo da Bayer é mostrar, por meio de informações com fontes seguras, a necessidade dos exames para o diagnóstico precoce e de superar os tabus e preconceitos que ainda levam a população masculina a evitar os cuidados com a saúde.

Segundo o IBGE, existem no Brasil 100,7 milhões de homens, ou 43% da população do país. Uma das pesquisas da Bayer indicou que 41% dos brasileiros acreditam que o envelhecimento só começa a partir dos 60 anos, mas estudos recentes mostram que isso ocorre já a partir dos 28 anos. A maior ocorrência de câncer de próstata (três em cada quatro casos) se registra depois dos 65 anos, mas cerca de 30% dos homens na faixa dos 50 anos desenvolvem a doença. Por isso, a Organização Mundial de Saúde recomenda que os exames sejam iniciados a partir dos 50 anos, ou até antes, a partir dos 40, se existirem casos da doença na família.

E por que tanto temor do exame de próstata? Por causa de um simples toque retal, “uma ideia pouco máscula” para 24% dos entrevistados na pesquisa. Na verdade, é um procedimento salvador, feito com habilidade pelo urologista, no próprio consultório, para detectar um nódulo ou endurecimento na próstata, a fim de complementar o exame de PSA, sigla de Antígeno Prostático Específico. O toque é indolor e dura aproximadamente 10 segundos. Vale repetir: dura apenas 10 segundos!

A campanha da Bayer no Dia do Homem destaca esse tipo de câncer e chama atenção para outras doenças e condições masculinas como a andropausa e a redução dos níveis do hormônio testosterona. Também mostra a importância da prática regular de exercícios físicos e de uma dieta saudável para prevenir doenças e manter o vigor físico e mental em qualquer fase da vida. O recado é claro: com mais informação e conhecimento, sem machismo ou preconceitos, é possível viver mais e melhor.

Clique na imagem e saiba mais sobre a saúde do homem brasileiro

Infografico da saude masculina