Home > Ciência > Melhorando Vidas > Farmacêuticos também estão na linha de frente do combate à Covid-19
Melhorando Vidas

Farmacêuticos também estão na linha de frente do combate à Covid-19

Profissionais contribuem para garantir o abastecimento de medicamentos, a segurança e os tratamentos adequados aos pacientes.

11.05.2020 - Por Bayer Jovens

Você sabia que os farmacêuticos também estão na linha de frente no combate ao coronavírus? Entre muitas outras funções desenvolvidas por estes profissionais de saúde, eles também foram convocados pelo Ministério da Saúde para participar de iniciativas do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento à covid-19. Do total de 500 mil profissionais que se cadastraram no Ministério, mais de 34 mil são farmacêuticos com interesse em atuar nas ações contra a pandemia.

Além disso, no fim de abril, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de testes rápidos em farmácias. Mais uma frente de atuação onde estes profissionais têm um papel fundamental, já que os testes só podem ser feitos por farmacêuticos treinados e servirão para auxiliar no diagnóstico da covid-19 em todo o Brasil. As recentes notícias reforçam o papel do farmacêutico como um profissional essencial para a saúde do Brasil e do mundo, especialmente neste difícil momento provocado pelo coronavírus. "Os farmacêuticos de todo o país estão na retaguarda e na linha de frente do combate, atuando desde a pesquisa da vacina e da cura, até o cuidado à saúde das pessoas", afirmou o presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter da Silva Jorge João, em nota oficial.

Serviços essenciais

A Bayer agradece aos farmacêuticos pela contribuição em várias áreas, desempenhando suas atividades em toda a cadeia da indústria farmacêutica. As farmácias e drogarias se destacam no atendimento ao público durante a fase de distanciamento social, e a presença dos farmacêuticos continua imprescindível, para dar orientações aos pacientes sobre os remédios prescritos e trazer segurança ao processo de compra desses produtos.

Leia também: Qual é a origem dos medicamentos?

Mas o que talvez você não saiba é que os farmacêuticos também trabalham na criação e produção de medicamentos, desenvolvem pesquisas clínicas, e muitas vezes são responsáveis técnicos por exames em laboratórios e análises toxicológicas de produtos, por exemplo. Uma das áreas de destaque para a profissão é a farmacovigilância, que avalia o desempenho dos remédios com o objetivo de prevenir falhas e riscos para os tratamentos. “A farmacovigilância é uma área dentro da indústria que cuida da segurança dos medicamentos. Monitoramos todos os eventos adversos que ocorrem, desde quando o medicamento está em desenvolvimento, até quando já está no mercado”, explica a farmacêutica Ligia Ferrucci, que é especialista em farmacovigilância da Bayer. Leia mais: Você sabe o que faz um farmacêutico?

De acordo com informações do CFF, a procura pelos serviços farmacêuticos é crescente, e a entidade está apoiando ações para orientar os farmacêuticos, estimulando também a capacitação. Uma plataforma digital de saúde divulgada pelo Conselho Federal de Farmácia está oferecendo cursos gratuitos. Um deles é o de imunização e administração de vacinas, por exemplo, com o objetivo de facilitar a aplicação da vacina da gripe e contribuir para evitar a superlotação do sistema de saúde.

Indústria farmacêutica

Assim como os farmacêuticos, a indústria está reunindo esforços para combater a covid-19. Segundo a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), o setor está mantendo a rotina habitual de operações nas fábricas, importações e entregas de medicamentos, além de protagonizar doações de medicamentos e outras iniciativas em parceria com autoridades e organizações internacionais. "Heroicamente, os profissionais das indústrias farmacêuticas estão operando com muita atenção aos protocolos de prevenção e foco na produção para promover o acesso à saúde", afirmou a Interfarma em vídeo comunicado.

Apoio aos profissionais das farmácias

Para dar apoio aos farmacêuticos, distribuidores de medicamentos e outros profissionais que atuam em farmácias, a Bayer também mantém a iniciativa Bayer+Farmácia, um importante canal online de suporte ao varejo de medicamentos que colabora para a difusão de informações confiáveis e auxilia os profissionais da área.

Com essa plataforma digital, os farmacêuticos cadastrados podem consultar o MedInfo Bayer Brasil, que conta com mais de 6 mil periódicos e extensa base de dados, para acessar artigos científicos, e é possível esclarecer dúvidas com especialistas da área de Medical Information da Bayer. A plataforma Bayer+Farmácia também disponibiliza treinamentos, aulas médicas, podcasts sobre variados temas em saúde, informações sobre as soluções da Bayer e campanhas.

Bayer Jovens