Home > Mundo Agro > A pecuária brasileira está produzindo muito mais com o uso de novas tecnologias
Mundo Agro

A pecuária brasileira está produzindo muito mais com o uso de novas tecnologias

É para ter orgulho: o Brasil é um dos líderes mundiais da agropecuária

31.07.2018 - Por Bayer Jovens

Temos o segundo maior rebanho do planeta. O país ajuda a alimentar o mundo, não é exagero dizer, já que parte de nossa produção nacional é exportada. Para continuar crescendo, o setor investiu muito em pesquisa nos últimos anos e dados do IBGE mostram que isso deu resultado. Só nas duas últimas décadas, as fazendas brasileiras dobraram o número de animais por área de pastagem.

Em 2000, o rebanho brasileiro era de 145 milhões de cabeças, que ficavam em 188 milhões de hectares de área para pastagem – uma média que oscilava entre 0,4 e 0,6 animais por hectare. Já em 2017 contamos com 218 milhões cabeças de gado, em uma área de 167 milhões de hectares – em uma média de mais de um animal por hectare.

A explicação para tanto avanço na pecuária brasileira? Inovação. Investimentos na área de bem-estar animal, suplementação e melhorias na qualidade da ração foram fatores fundamentais para este salto de produtividade, por exemplo. Com as novas tecnologias e processos, os animais são conduzidos ao pasto com calma, podem fazer movimentos livremente, têm alimento e água fartos e sofrem muito menos estresse.

Não à toa, a agropecuária brasileira é uma das que apresenta maior ritmo de crescimento no mundo. A conclusão é de um estudo do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. A pesquisa apontou que o rendimento da agropecuária aumentou 4,28% ao ano no Brasil. O País é seguido pela China (3,25%), Chile (3,08%), Japão (2,86%), Argentina (2,7%), Indonésia (2,62%), Estados Unidos (1,93%) e México (1,46%).

Um exemplo é o foco e comprometimento que a Bayer tem com a agropecuária brasileira. “Trabalhamos há mais de 120 anos com pesquisa e inovação, trazendo soluções para a saúde e o bem-estar dos animais, apoiando fortemente a produção de carne e leite. Acreditamos que nossa pecuária é de alto nível, moderna e sustentável, cumprindo seu papel como um dos pilares econômicos, sociais e ambientais do país. A Bayer está e estará sempre ao lado do produtor brasileiro”, comenta Sergio Schuler, diretor LatAm Sul da divisão Saúda Animal da Bayer

Mais produtividade significa mais comida – e mais barata – na mesa do brasileiro. Quer mais uma boa notícia? A produtividade do setor tende a crescer ainda mais nos próximos anos e o número de animais por hectare deve ser ampliado. Hoje, a média é de um pouco mais de um animal por hectare, mas, em fazendas ela já chega a 1,6. Ou seja: ainda há muito espaço para a agropecuária brasileira se desenvolver de maneira sustentável e continuar seu papel fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Publicado em Mundo Agro
Tags: