Home > Sustentabilidade > As vozes femininas da sustentabilidade
Sustentabilidade

As vozes femininas da sustentabilidade

Colaboradora da Bayer está entre as ganhadoras do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina por seu projeto relacionado à produção de alimentos

24.10.2019 - Por Bayer Jovens

Cristiane Lourenço, Gerente de Food Chain Relations da Bayer, sabe que é perfeitamente possível produzir alimentos com respeito ao planeta e às pessoas. Essa certeza, posta em prática por meio do trabalho realizado com sua equipe e com parceiros que também acreditam na sustentabilidade no campo, fez de Cristiane uma das quatro executivas contempladas com o Prêmio CEBDS de Liderança Feminina, edição 2019, na categoria Empresas Associadas.

Iniciativa do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), a premiação tem o objetivo de impulsionar o cumprimento do Item 5 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, relacionado à igualdade de gênero e ao empoderamento de mulheres e meninas. “Espero que o prêmio inspire as mulheres no Brasil que vêm trabalhando para a transformação dos negócios, em especial dentro da cadeia de produção de alimentos e na agricultura, áreas nas quais cada vez mais a liderança feminina ganha voz”, disse Cristiane em matéria publicada no site do CEBDS.

Cristiane Lourenço Cristiane Lourenço, Gerente de Food Chain Relations da Bayer,
vencedora do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina

Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Parcerias na cadeia de valor da unidade Crop Science da Bayer, Cristiane fez questão de compartilhar o mérito do prêmio com sua equipe: “Gostaria de agradecer aos líderes da Crop Science, Gerhard Bohne e Fabio Prata, que apoiaram totalmente todas as nossas iniciativas de desenvolvimento sustentável e a integração da sustentabilidade na estratégia da Bayer, possibilitando esse caso. Da mesma forma, às equipes de marketing e comerciais que deram vida a essa estratégia. Muito obrigado a Dani Crocco, que incentivou nossa candidatura ao prêmio e criou esta oportunidade para promover o que estamos fazendo para toda a comunidade empresarial brasileira”, afirmou em mensagem aos colaboradores da empresa.

Para escolher os melhores projetos e suas líderes, o prêmio convocou um júri formado por um time de mulheres notáveis: Ana Toni, diretora executiva do Instituto Clima e Sociedade; Luana Génot, diretora do Instituto Identidades do Brasil; Izabella Teixeira, ex-ministra do Meio Ambiente e Sênior Fellow para Sustentabilidade, Mudança do Clima e Agricultura do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI), e Anielle Guedes, da Urban 3D.

Cristiane Lourenço As vencedoras do prêmio que vai ajudar o Brasil a cumprir um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU/Divulgação CEBDS

As vencedoras do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina foram conhecidas durante o Seminário CEBDS Visão 2050: O Futuro É Feito Agora, realizado em São Paulo, em setembro. Além de Cristiane Lourenço, foram contempladas na categoria Empresas Associadas Laura Cristina da Fonseca Porto, diretora de Renováveis, da Neoenergia, e Teresa Vernaglia, presidente da BRK Ambiental. Pelo voto popular, a escolhida foi Glaucimar Peticov, diretora executiva responsável pelas áreas de Recursos Humanos, Marketing, Ouvidoria e PMO do Bradesco.

A categoria Iniciativa Novas Líderes premiou os projetos Schneider Electric de Desenvolvimento da Liderança Feminina, da Schneider Eletric, e Menina-Mulher, da Alcoa. A novidade dessa edição de 2019 é que todas as iniciativas inscritas que cumpriram as exigências do edital puderam ser apresentadas às empresas associadas ao CEBDS, que irão avaliar cinco delas para serem “adotadas” por um período de 12 meses.