Home > Mosaico > Apê novo, mas sem pragas
Mosaico

Apê novo, mas sem pragas

O que fazer para afastar insetos e roedores indesejáveis do seu tão sonhado primeiro apartamento

09.11.2017 - Por Bayer Jovens

Finalmente chega a hora de seguir a vida por conta própria e ir de mala e cuia para o seu primeiro apartamento. Você sonhava com isso e imaginava uma situação perfeita, sem problemas, mas depois de alguns dias acontece o inesperado: umas manchas escuras correndo no piso da cozinha assim que acende a luz, ou uma fila de formigas seguindo diretamente para a embalagem do bolo, ou o pernilongo que perturba o sono, e assim por diante.

As pragas domésticas existem sim, mesmo nas grandes cidades, e talvez você não tenha percebido porque até então morava em uma casa onde se tomavam todos os cuidados para evitá-las. Mosquitos, baratas, formigas, pulgas e roedores se adaptaram perfeitamente aos ambientes urbanos e convivem conosco, em grande quantidade. Só que agora é por sua conta, e você precisa cuidar disso com urgência. Mas como?

“Em primeiro lugar, é preciso descobrir o que está atraindo os insetos ou roedores”, explica a bióloga Maria Fernanda Zarzuela, responsável pelo suporte técnico à área de marketing da Bayer Saúde Ambiental, uma divisão da companhia que fabrica produtos para empresas especializadas em controle de pragas, para municipalidades e governos e também para o consumidor comum que deseja resolver o problema por conta própria.

O que atrai os bichinhos

Segundo Maria Fernanda, as pragas só vão a um apartamento ou a uma casa quando o morador as convida. “Os insetos e roedores só entram se a gente cria um ambiente propício para eles, um lugar que tenha o que chamamos de ‘3 As’: água, alimento e abrigo. Para evitar que isso ocorra, às vezes é preciso mudar alguns hábitos. Por exemplo, lavar sempre a louça, não deixar água à vista, guardar os alimentos na geladeira ou em recipientes fechados e nunca acumular lixo. Geralmente, jovens não têm esse cuidado. Se deixar a casa sempre arrumada e limpa, você não vai atrair essas pragas”, ensina a bióloga.

Só que, às vezes, mesmo quando o apê está limpo os bichinhos desagradáveis insistem em aparecer, mas também para isso Maria Fernanda tem a solução: “Um dos focos de insetos são as falhas na estrutura do apartamento ou da casa, como azulejos e pisos rachados e assoalhos sem os rejuntes adequados, e é preciso corrigir tudo isso. Você também pode instalar telas nas janelas, para afastar insetos voadores. Na cozinha, no banheiro e na área de serviço, o ideal é colocar aqueles ralos que abrem e fecham, para evitar a entrada de baratas e outros insetos. E é importante observar o entorno, para ver se há algo atraente para as pragas. Roedores gostam de córregos e terrenos baldios, assim como as baratas, que gostam igualmente de restaurantes e mercados. Se houver algo assim na vizinhança, é preciso prevenir com cuidados específicos”.

O combate

Isso significa combater as pragas, o que pode ser feito por uma empresa especializada em desinsetização ou por conta própria, com produtos de qualidade fabricados por uma marca confiável, e seguindo rigorosamente as instruções de uso. Só assim é possível garantir a segurança dos moradores, humanos e pets. Esses produtos, como os da linha Faça Você Mesmo da Bayer, são vendidos livremente em pet shops e em lojas de agricultura.

É preciso levar a sério

O importante é saber que vale a pena levar a questão a sério, porque esses insetos e roedores podem provocar muitos problemas, mesmo que não pareça à primeira vista. Sem paranoia, é bom lembrar que, como explica Maria Fernanda Zarzuela, os riscos são reais. “Por exemplo, no caso das formigas, podem existir pelo menos 12 espécies diferentes em único prédio residencial. Você pode eliminar uma espécie, mas logo vem outra. E as formigas podem transportar patógenos como bactérias e fungos, tanto na parte externa do corpo como internamente, no aparelho digestório. Elas passam por ambientes contaminados, pelo lixo, e quando chegam em casa vão comer o bolo que está na mesa da cozinha. E a gente afasta a formiga e come o bolo. Há vários trabalhos que mostram contaminação por bactérias e fungos em ambientes residenciais”, alerta a bióloga.

Da mesma maneira, baratas e mosquitos podem atuar como vetores de muitos problemas, e ratos transmitem até mesmo leptospirose, uma doença grave provocada por uma bactéria presente na urina de alguns roedores. Além disso, para pessoas alérgicas, uma simples picada de mosquito ou pulga pode significar uma bela complicação.

E é bom lembrar que, à exceção dos roedores, que vivem entre nós o ano inteiro e não são afetados pela sazonalidade, as demais pragas costuma aparecer em maior número nos períodos mais quentes e úmidos – ou seja, nos próximos meses, quando os termômetros sobem na primavera e no verão.

Só para não esquecer

Então, para resumir, veja de novo o que é preciso fazer para afastar as pragas do seu novo lar.

  • Limpeza constante: na casa toda, mas principalmente na cozinha, no banheiro e na área de serviço.
  • Sem lixo: todos os dias, recolha todos os resíduos e os disponha no lugar adequado, fora do apartamento. Nunca deixe o lixo acumular.
  • Verifique e conserte todas as falhas estruturais em paredes, pisos, teto e azulejos.
  • Instale telas nas janelas se aparecerem mosquitos.
  • Instale ralos do tipo abre e fecha.
  • Guarde os alimentos na geladeira ou em recipientes fechados.
  • Se depois disso os bichinhos ainda insistirem em aparecer, dedetize a casa ou utilize produtos seguros para controle de pragas, mas sempre de uma marca confiável.
Bayer Jovens