Home > Carreiras > A reinvenção corporativa em tempos de Covid-19
Carreiras

A reinvenção corporativa em tempos de Covid-19

É muito desafiador vivenciar uma pandemia.

08.06.2020 - Por Bayer Jovens

É muito desafiador vivenciar uma pandemia. Possivelmente o coronavírus ficará marcado como o grande fato histórico do século. É algo que mudou as nossas vidas e será lembrado por gerações, exigindo transformações profundas em nosso cotidiano e nas organizações. No entanto, a rapidez com a qual a crise tomou conta do mundo deixou muitas pessoas atordoadas, e foi aí que rapidamente se fez necessário potencializar a inovação e a criatividade para nos adaptarmos e ajustarmos os nossos processos de trabalho.

Você sabia que temos milhares de colaboradores da Bayer trabalhando remotamente? Com muita rapidez, a empresa conseguiu transformar padrões, com o objetivo de apoiar os nossos colaboradores e aumentar a eficiência dos processos. Atuando em dois setores essenciais – saúde e nutrição –, a Bayer não podia parar e felizmente tivemos sucesso nas nossas estratégias para a manutenção das atividades, dando total prioridade à segurança e à saúde dos nossos colaboradores.

Há mais de 7 anos, a Bayer já tinha políticas de home office, e uma estrutura robusta foi preparada no ano passado, o que facilitou as adaptações da companhia neste momento de pandemia. Ainda assim, aceleramos o processo de transformação digital, investindo em novas tecnologias, treinamentos e ferramentas de suporte. Para as atividades que só poderiam ser realizadas nas instalações físicas da empresa, tomamos todas as precauções com medidas aprimoradas de higiene, distanciamento social e segurança.

Em um momento de incertezas e notícias preocupantes sobre a Covid-19, repentinamente tudo mudou. Houve uma sobrecarga de atividades domésticas, e trabalhar remotamente gerou demandas e uma atuação diferente. No início, para enfrentar essas mudanças, foi normal termos passado por uma fase de medo e uma dose grande de ansiedade. O fato de termos milhares de colaboradores em home office requer um olhar diferente, porque envolve a adaptação rápida a condições diversas de trabalho, e a influência de questões pessoais e familiares de cada colaborador. No entanto, essa fase representa uma grande oportunidade para a humanização das relações, trazendo mais espontaneidade, compreensão e empatia. E abrindo espaço para o fortalecimento das relações de confiança e de colaboração.

A situação que estamos vivendo nos leva a estabelecer uma conexão ainda mais sólida com os valores e o propósito. Ficamos mais atentos ao estado emocional das pessoas, e a Bayer ampliou a divulgação do programa “Conte Comigo”. Esse programa dá suporte ao colaborador da Bayer em diversos aspectos, como orientação financeira e jurídica, mas, neste momento, está sendo bastante utilizado para apoio psicológico, por meio de suporte virtual.

Acredito que passamos por uma curva de aprendizado. Tivemos a oportunidade de criar novos hábitos, e aprendemos a lidar com a nova rotina e com novos modelos de trabalho e interação. A partir daí, acreditamos que uma grande transformação se dará em vários aspectos.

Adicionalmente, criamos os projetos “Fique Bem” e “Fique em Desenvolvimento”, fornecendo conteúdos sobre saúde mental, entretenimento, cursos e ferramentas, com o objetivo de ajudar os colaboradores a vencer a fase de isolamento social. Durante a pandemia, também temos sessões virtuais semanais de MindFullness e temos estimulado rodas de conversa virtuais. Acredito que a relação entre confiança e colaboração é a base para que tudo flua bem, de maneira dinâmica e orgânica, compreendendo esse momento e sendo flexível.

O que se viu até agora foi uma grande união entre times, um enorme engajamento de todos, possibilitando o sucesso das nossas estratégias durante a crise do coronavírus. Criamos um modelo de trabalho virtual para manter a normalidade dos serviços em recursos humanos. Como exemplo, adotamos a assinatura digital de contratos, uma inovação de impacto que torna o RH mais ágil, poupando esforços e o uso de papel. Outro destaque foi o lançamento do chatbot “BABI”, uma plataforma de inteligência artificial de RH com informações sobre os nossos processos administrativos.

Com novas tecnologias, conseguimos desempenhar processos que nunca imaginamos fazer fora das instalações físicas da Bayer, como a Folha de Pagamento. Até mesmo os processos seletivos tiveram sucesso no ambiente digital, com entrevistas online de candidatos. Também tivemos importantes adaptações para implementar o trabalho remoto em áreas como supply chain, jurídico e vendas.

As medidas se mostraram eficazes, e a Bayer conseguiu manter as suas operações nos trilhos. Como resultado, tivemos um ganho considerável em agilidade nas tomadas de decisões e na gestão da informação.

O capital humano é o que faz toda essa engrenagem funcionar! A importância de se manter a conexão com as pessoas, mesmo em momentos onde não há encontros físicos, é fundamental para fortalecer o espírito de time. Procuramos, mais do que nunca, apoiar os nossos colaboradores para que atravessem esta fase de incertezas com motivação e, acima de tudo, muita saúde. Dessa forma, todos sairemos vitoriosos deste desafio que nos foi imposto e que nos demanda, diariamente, o exercício da inovação e da resiliência.

Bete Rello – Diretora de Recursos Humanos da Bayer Brasil

Bayer Jovens