Home > Meu Trabalho na Bayer > Bayer de geração em geração
Meu Trabalho na Bayer

Bayer de geração em geração

Colaboradores contam história de amor e dedicação à empresa, que é parte da família há mais de 20 anos. Orgulho foi transmitido entre gerações e continua contribuindo com crescimento mútuo.

23.03.2020 - Por Meu Trabalho na Bayer

Como todos sabem, temos uma jornada de mais de 150 anos de existência. Porém, é preciso relembrar constantemente que o nosso sucesso não foi conquistado da noite para o dia, tampouco individualmente. Na verdade, ele resulta da dedicação de milhares de colaboradores empenhados no progresso e desenvolvimento mútuo juntamente com a companhia.

Essas raízes construídas ao longo da nossa história se expandiram além das paredes dos nossos prédios. Fizemos parte, mesmo que indiretamente, da origem e do crescimento de várias famílias, e hoje trazemos símbolos de duas gerações, para exemplificar esse gratificante efeito: Antônio Lourenço e Thamara Luis, pai e filha, são os entrevistados de mais esta edição do Ser Bayer.

Orgulhoso do caminho percorrido até aqui, além de ter todo o seu esforço refletido na formação intelectual e moral das filhas, Lourenço comenta o início de sua parceria com a gente, em 1998, quando as dependências de Socorro (SP) eram bem menores, e os processos fabris predominavam na estrutura física, que, segundo ele, triplicou.

“Meu primeiro contato foi de encanto pelo ambiente e também de bastante acolhimento. Isso é o tipo de coisa que ainda admiro muito aqui dentro. De cara, mesmo atuando com grupos de terceiros, eles recebiam a gente com respeito e sem discriminações contra a forma de contrato ou de trabalho que iríamos prestar. Eu já tinha experiência na área de pintura e manutenção quando vim de Pernambuco, mas confesso que nunca tinha sido tratado de um jeito tão profissional e amistoso ao mesmo tempo”, explica Lourenço.

Quando questionado sobre os impactos gerados por essa nova rotina em seu contato com a família, o pintor se emociona ao relembrar que batalhou duro e, como muitos pais e mães, precisou abrir mão de presenciar inúmeros momentos do crescimento das filhas, para buscar o sustento. Sempre que conseguia momentos de qualidade com elas, aproveitava para transmitir seu afeto, assim como reafirmar a importância desse tempo no trabalho para manter a casa e construir um futuro melhor.

Os frutos de tal futuro já começaram a ser colhidos! É o que garante a estagiária Thamara Luis. Com os olhos rasos d’água, a jovem conta que a empresa é como parte da família e sempre esteve presente, uma vez que o pai já havia entrado para o time quando ela nasceu. Acompanhando a dedicação profissional e o amor dele pelo que fazia, ela compôs o próprio caráter, vontade de vencer na vida e de fazer parte da companhia.

“Ele sempre deixou claro para nós o quanto era importante batalhar para conquistar dias melhores e que iria se sacrificar o quanto fosse preciso para que estudássemos. Na minha infância, sei que tivemos momentos de aperto com as finanças e sentíamos a falta dele, mas era por um bem maior: o nosso bem. Isso é motivo de orgulho para toda a minha família e um exemplo que trago para toda a vida. Ele fez tudo por nós, e um dia espero retribuir”, relembra.

Referente à motivação, a entrevistada diz que os exemplos impulsionaram seu gosto e sua dedicação aos estudos: “Por mais que já tivesse um familiar aqui dentro, investi em minha capacitação, sempre em busca de bolsas de estudos, e me fiz merecedora dessa vaga. Continuo com esse olhar de crescimento e evolução aqui dentro, e, como ele, estou construindo minha carreira, oferecendo meu melhor em tudo que faço”.

Além do respeito, a confiança e o reconhecimento pelas contribuições são destacados como principais propulsores para que ambos queiram continuar construindo a sua história junto com a nossa. A colaboradora ressalta que, apesar de iniciante, recebe apoio da equipe e de toda a liderança, para expor ideias e ousar.

Antônio Lourenço, por sua vez, finaliza o bate-papo afirmando: “Sempre fui respeitado, indiferentemente da hierarquia, e consegui exercer um bom trabalho, graças à confiança de todos. Têm sido anos muito gratificantes, e não me arrependo de ter investido tanto tempo aqui. Isso me motiva a continuar – sentir o carinho de todos, até com a minha filha, e perceber que valorizam nossos esforços é algo muito raro”.

Antônio Lourenço

Antônio Lourenço, Pintor de Manutenção com atuação no site Socorro há mais de 20 anos.

Thamara Luis

Thamara Luis, Estudante de Relações Públicas e Estagiária de Marketing Digital, com atuação nos canais sociais da Crop Science Brasil.