Home > Carreira > Qualidade de vida
Carreira
19.05.2017 por Caio Ianicelli Cruzeiro

Qualidade de vida

Salário justo. Segurança no trabalho. Oportunidades de desenvolvimento.... Será que isso é suficiente para promover o bem-estar e felicidade dos colaboradores?

Quem é formado em Administração ou pretende cursar certamente passou ou passará horas debruçado sobre um livro da Teoria Geral da Administração, estudando as teorias de gestão das empresas que surgiram ao longo dos séculos XX e XXI.

Uma delas é o taylorismo-fordismo das primeiras décadas dos anos 1900, que buscava a máxima eficiência por meio das linhas de montagem (produção em série, satirizada no filme Tempos Modernos de Charles Chaplin), esgotando e alienando os operários. Com a Grande Depressão de 1929, a Teoria das Relações Humanas ganhou força, dando ênfase a um tratamento mais humano e foi efetivamente com a Experiência de Hawthorne, de Elton Mayo, que as empresas passaram a perceber a importância da motivação, dos incentivos aos colaboradores (monetários e não-monetários).

Desde então, as empresas evoluíram consideravelmente com os ideais de autores como Peter Drucker, pai da administração moderna, e modelos de gestão que veem o capital humano como o ativo mais valioso da companhia. É nesse contexto, por volta da década de 70, que surge o conceito de qualidade de vida no trabalho (QVT). A QVT é um conjunto de práticas adotadas pela empresa para proporcionar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, aumentando a produtividade e felicidade dos colaboradores.

Engana-se quem pensa que somente as Startups oferecem QVT aos seus colaboradores. Grandes, médias e pequenas empresas também passaram a se preocupar com o tema. Confira algumas das práticas comuns:

Saúde

  • Grupo de corrida e caminhada: Empresas geralmente contratam uma assessoria esportiva e os colaboradores se exercitam semanalmente, além de participarem de provas de corrida de rua.
  • Acompanhamento nutricional: Para auxiliar numa dieta mais balanceada e saudável.
  • Cesta de frutas diária e restaurante com alimentação saudável: Ideia presente em algumas startups e empresas de variados portes, a cesta de frutas é uma opção barata e de incentivo à uma alimentação mais saudável. Empresas grandes com restaurantes internos também já implementaram um cardápio mais balanceado.
  • Auxílio academia: Algumas empresas possuem academia dentro de suas instalações!

Equilíbrio

  • Horário flexível: Que tal entrar mais tarde no trabalho para poder levar os filhos na escola ou fazer um curso de inglês cedinho? Muitas empresas já deixaram de controlar os horários de entrada e saída, focando no resultado do colaborador.
  • Trabalhar de casa: Já pensou em trabalhar de casa uma ou mais vezes por semana? Isso já é realidade em diversas empresas que fornecem materiais como notebook e celular corporativo para o colaborador poder realizar o trabalho remotamente.
  • Licença-maternidade estendida e creche da empresa: De acordo com a lei brasileira, a licença-maternidade tem a duração de 4 meses, mas empresas preocupadas com as mães e os bebês já praticam 6 meses de licença, dando mais liberdade e conforto no período de amamentação. Outra prática é ter uma creche nas instalações da companhia, dando um apoio maior à colaboradora. Para casais homoafetivos, organizações que prezam pela diversidade também oferecem o benefício de licença estendida, inclusive para adoção.

Lazer & Cultura

  • Visita dos familiares à empresa: Empresas que abrem as portas para que os familiares conheçam o ambiente de trabalho de seu parente em situações especiais, aumentam o vínculo e orgulho do colaborador.
  • Dia do pet: Isso não é exclusivo de Startups. Algumas empresas já permitem a ida do seu pet para o ambiente de trabalho periodicamente ou em algum evento especial.
  • Descontos em cinemas e teatros

Além disso, é comum haver programas de voluntariado e ações de responsabilidade social como auxílio a ONGs, instituições de idosos, etc.

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Page Personnel com mais de 2000 jovens em início de carreira, temas ligados a qualidade de vida no trabalho, como horário flexível e benefícios diversos (como os citados acima) são atrativos para mais de 60% dos entrevistados.

Portanto, a QVT é uma forte tendência para empresas que desejam atrair e reter jovens talentos, reduzindo os níveis de stress e possibilitando um ambiente de bem-estar e produtividade.

Publicado em Carreira
Tags: