Home > Ciência & Inovação > Podemos viajar no tempo?
Ciência & Inovação

Podemos viajar no tempo?

Se você digitar “Viagem no Tempo” no Google encontrará aproximadamente 221.000.000 de resultados!

19.12.2019 - Por Paulo Valim

Se você digitar “Viagem no Tempo” no Google encontrará aproximadamente 221.000.000 de resultados! Ou seja, você não é a primeira pessoa que já pensou sobre o assunto e até mesmo desejou poder viajar no tempo.

A indústria cinematográfica tem explorado cada vez mais a viagem no tempo! Já viu a série Dark? Logo no primeiro episódio um dos personagens, o jovem Mikkel Nielse, desaparece na floresta. Mas para onde ele vai? Ele volta 33 anos na história! Mikkel chega ao ano de 1986 através de um buraco de minhoca! Ele entrou em um tubo onde a entrada está em uma determinada época e a saída em outra. E eu não vou te contar mais nada sobre a série, senão já vira spoiler, né? Quando terminar de ler esse texto já corre lá para assistir.

Voltemos a nossa pergunta, é possível viajar no tempo assim como Mikkel?

Para responder a essa pergunta vamos viajar no tempo, mais exatamente para 1905, quando Albert Einstein propôs a Teoria da Relatividade. Segundo essa teoria o tempo é uma dimensão que é afetada pela gravidade e velocidade. A lógica é a seguinte: Imagine que você é um astronauta começando uma viagem no espaço. Quanto mais rápido você viajar, mais devagar o tempo vai passar para você, e consequentemente vai passar mais depressa para nós que ficamos aqui na Terra.

Portanto, podemos dizer que quando se viaja em velocidades mais altas, próximas da velocidade da luz, nós viajamos mais depressa para o futuro. E o astronauta Sergei Krivalev conseguiu esse feito!

Sergei Krivalev ficou 803 dias, 9 horas e 39 minutos em órbita, com isso, ele foi o primeiro homem que viajou no tempo, cientificamente comprovado, avançando 0,02 segundos no futuro. Esse fato foi comprovado devido a um relógio atômico que foi dado ao astronauta e sincronizado com outro relógio que ficou na Terra. Essa diferença é devido tanto a gravidade quanto a velocidade relativa diferentes das da Terra.

Resumindo, altíssimas velocidades nos levam para o futuro, mas e para o passado, é possível?

De acordo com a própria teoria da Relatividade não, pois tal feito só seria possível viajando a velocidades maiores do que a velocidade da própria luz e, para ser sincero, não tem nada além da própria luz capaz de viajar a tal velocidade (e quem dirá maior).

Mas isso não impede o estudo das possibilidades e consequências de uma viagem ao passado e estudiosos do assunto afirmam que há três formas de fazermos uma visita ao passado:

Paradoxo do avô

Segundo essa teoria as ações do passado têm consequências no presente. Imagine que você esteja viajando no tempo e acabe matando seu avô. Isso vai impedir o seu nascimento. Após matar seu avô você enfrentará um paradoxo! Seu avô nunca morre e você nasce novamente, volta no tempo e mata-o. Esse ciclo seguirá se repetindo infinitamente.

Linha do tempo fixa

Essa teoria afirma que é possível viajar no tempo em uma linha de tempo determinada. Isso quer dizer que sua viagem ao passado não altera o futuro. As suas ações do passado já fazem parte da história.

Imagine que você volte no tempo e mate o Paulo Valim bebê, mesmo assim você não ficará sem o melhor professor de química da internet, hehe. Se você substituir o bebê morto por outra criança, para que a família não perceba, o novo bebê irá crescer e se tornar o seu amado professor de química!

Multiverso

Com a teoria dos multiversos, cada vez que você viaja ao passado uma nova linha do tempo é criada. E ela é diferente da sua original! Nessa nova linha você pode fazer qualquer coisa, matar alguém e apenas essa nova linha seria afetada. Não haveriam paradoxos. Se você me matasse, eu, Paulo Valim, continuaria existindo no presente. Porque você teria matado um outro Paulo Valim, de outra linha do tempo.

Incrível né? Aposto que você consegue encontrar uma série ou um filme que fale de viagem no tempo que explore cada uma dessas possibilidades. Se sim, deixe nos comentários para mim.

Para encerrar, se você parar pra pensar até mesmo a leitura desse texto pode ser considerada uma viagem no tempo: Você está no presente lendo uma frase que foi escrita no passado para você ler no futuro.

Referências:

Paulo Valim
Paulo Valim

Ciência & Inovação

Paulo Valim é professor, químico e fundador do canal Ciência em Ação, que hoje conta com mais de 600 mil inscritos no Youtube. Apaixonado por educação e inovação, tem como missão democratizar o ensino de ciências no Brasil. A opinião expressa nos artigos é de responsabilidade dos colunistas convidados e não correspondem à opinião da Bayer como empresa.