Home > Plural > O jeito mais esperto de ter planta sem nem precisar cuidar
Plural

O jeito mais esperto de ter planta sem nem precisar cuidar

Musgos, cipós e folhagens crescendo tranquilamente sem um pingo de água toda semana? Isso existe e pode ficar ao lado da sua cama

08.10.2019 - Por Diversidade

Ver uma floresta em miniatura crescer ao lado da sua cama é algo muito especial. Todos os dias, uma coisa diferente acontece lá dentro do vidro fechado: o canudinho de folhas da maranta se abre, um ramo fino do cissus finalmente conseguiu se enroscar num tronco e rastros na parede úmida revelam um caracol menor do que o ponto final desta frase. Isso mesmo. Micro.

O jeito mais esperto de ter planta sem nem precisar cuidar

Esse mínimo ecossistema que cabe num garrafão ou num aquário tampado é fácil de fazer e segue crescendo por muitas décadas, sem precisar de cuidados especiais. Na montagem, vai um pouco de água, que fica presa ali dentro, sendo reciclada pelas plantas, dia após dia. Elas também fazem as trocas de oxigênio e gás carbônico no ar — ah-rá, aposto como você achou que morreriam asfixiadas ali fechadas, não? Pensou totalmente errado! De dia, as plantas pegam o gás carbônico que está dentro do vidro e o transformam em oxigênio, à noite, respiram que nem a gente, inalando oxigênio e repondo... adivinha só? O tal do gás carbônico que estava no vidro desde manhã. As verdinhas fazem isso a vida toda. De manhã, soltam oxigênio, à noite, pegam ele de volta pra soltar gás carbônico. É um ciclo sem fim.

E não são só plantas as moradoras de um terrário, não. Tem minhocas, tatuzinhos, líquens coloridos, milhões de fungos e bactérias que ajudam as raízes a puxar comida da terra. Talvez surjam mosquinhas bem pequenas, também, mas essas é melhor você tirar, que podem virar uma infestação lá dentro.

O jeito mais esperto de ter planta sem nem precisar cuidar

Tenho terrários há anos em casa, quando comecei a buscar um jeito de ter plantas que meus gatos não pudessem mexer. Eles destruíam todos os meus vasos, deitavam nas samambaias, mordiam as orquídeas e faziam xixi nas folhagens. Eu tinha que descobrir algum jeito de ter um verdinho INTOCÁVEL em casa, ou acabaria doida com meus gatos. Daí, quando soube que algumas plantas conseguem crescer felizes dentro de uma caixa de vidro, uau, fiquei muito animada.

Comecei fazendo num pote de biscoitos bem grandão, desses com silicone na tampa, que faz plóc quando a gente abre, manja? Tenho esse vidro até hoje! Está verdinho ainda, mas não dá pra ver muito bem porque escolhi um vidro canelado, todo cheio de gominhos, daí tenho que abrir pra ver as plantas. Se você se animar a fazer um terrário, não use vidros assim. Ficar abrindo a tampa toda hora pra ver acaba estragando seu ecossistema. #carolsincerona

Aqui vão todas as coisas de que você precisa pra montar um terrário, à venda em qualquer garden center (o vidro você encontra em pet shop):

  • vidro com tampa e de boca larga (eu adoro usar aquários!)
  • substrato pra mudas (ou terra vegetal)
  • Ctenanthe burle-marxii (pequena folhagem prateada)
  • fitônia (folhagem colorida bem baixinha)
  • musgo-fofão (vem protegido com saquinho, pra não desidratar)
  • pedras bonitas, arredondadas, do tamanho de moedas de R$ 1

Montar é bem simples: coloque a terra até metade do vidro, plante as folhagens, coloque o musgo com a parte verde pra cima e enfeite com pedras. Molhe usando um copo e deixando a água escorrer pelo vidro, sem molhar as folhagens, só o musgo. Ponha menos de meio copo de água pra poder fazer ajustes caso falte ou sobre água — o vidro deve ficar embaçado bem de leve e só no final do dia. Se houver muitas gotinhas de água, deixe a tampa aberta uns dias pra evaporar o excesso. Se não ficar embaçado nunca, coloque um pouquinho mais de água.

Pronto! É só deixar perto de uma janela onde não bata sol e curtir cada novidade que rolar lá dentro, todos os dias!

Carol Costa

Carol Costa, jornalista há mais de 20 anos, trabalhou na Abril, Globo, Record e Folha de S. Paulo, além de ganhar 5 prêmios como editora. Na primavera de 2012 criou o site Minhas Plantas e se descobriu. De lá pra cá, o que era um hobby ganhou seu coração e, hoje, trabalha em várias frentes, como uma árvore cheia de ramos.