Home > Agro Agora > Market Development: uma ponte entre a pesquisa e o comercial
Agro Agora

Market Development: uma ponte entre a pesquisa e o comercial

Você sabe qual o papel da área de Desenvolvimento de Mercado e como ela pode contribuir para o dia a dia do agricultor brasileiro?

26.11.2019 - Por Mundo Agro

Ao longo de uma jornada extensa de desenvolvimento e pesquisa é normal que produtos químicos, biológicos, sementes com genéticas avançadas, biotecnologia e ciência digital recebam atualizações e ganhem cada vez mais inovações a cada ano. A Bayer, por exemplo, é uma das empresas que investe bastante para que as áreas de pesquisa e desenvolvimento estejam em constante atualização.

E caso você esteja se perguntando como fazer melhor uso de tanta tecnologia, a resposta é simples: é aí que entra em ação o time de Market Development — Desenvolvimento de Mercado — que, em parceria com os agricultores, se dedica a:

  1. Entender as necessidades dos diferentes produtores
  2. Construir uma proposta técnica que ofereça as melhores recomendações de uso de produtos desenvolvidos pelo time de pesquisa, além de plataformas digitais e práticas agronômicas. Tudo com o objetivo de maximizar a rentabilidade dos agricultores sem deixar de lado a sustentabilidade
  3. Compartilhar todo o conhecimento técnico, sob a ótica de soluções integradas, para que o setor comercial possa atingir seus objetivos de mercado

E para dar um exemplo mais próximo do meu universo dentro da Bayer, nos últimos seis anos, por meio de diálogos constantes com agricultores, o time de Market Development conseguiu combinar o uso da tecnologia de monitores de colheita, que capturam informações detalhadas de produtividade dos campos, com a avaliação de ensaios de performance de híbridos de milho e cultivares de soja. O que isso significa na prática? Essa inovação nos permitiu conhecer mais detalhadamente os diferentes ambientes contidos nos campos dos agricultores e nos habilitou trazer recomendações agronômicas específicas para cada ambiente.

Atualmente, o produtor que tenha em sua propriedade maquinários que permitem plantios com taxa variável de população de sementes, pode ter acesso a uma prescrição customizada para um plantio que maximiza sua produtividade dependendo do ambiente de sua lavoura. Isso é o time de MD da Bayer em ação, sempre focado em inovações. Mais recentemente, o time de Desenvolvimento de Mercado da Bayer também aprofundou os investimentos e conhecimentos na dinâmica de longo prazo de práticas agronômicas sobre a sustentabilidade de ambientes em sistemas agrícolas.

A próxima etapa do processo é como levar essas informações aos nossos clientes. E isso acontece por meio do time de Transferência de Conhecimento. Conduzimos tours no campo, treinamentos, temos ferramentas que exemplificam as informações que precisamos passar e CTB´s (Capacitação Técnica Bayer) onde conseguimos demonstrar in loco todos os produtos e soluções integradas da empresa. Essa capacitação ocorre em mais de 15 locais por toda a América Latina e presencialmente a mais de 10 mil pessoas só no último ano.

Além destas ferramentas, uma série de soluções digitais e aplicativos nos ajudam a dar mais capilaridade das informações, como o CTB virtual, que leva mensagens através de realidade aumentada, além do aplicativo Cultivo, que digitaliza toda nossa proposta técnica de valor.

Estamos avançando cada vez mais para que tenhamos uma solução integrada sustentável do ponto de vista de uso de recursos naturais, proteção do meio ambiente e resgate de carbono da atmosfera. Afinal, como mencionei anteriormente, parte do trabalho é estar sempre pensando em ampliar o potencial produtivo dos agricultores, mas uma outra parte muito importante é fazer tudo isso de forma sustentável.

Fernando Akira Koshima

Fernando Akira Koshima é formado em Agronomia e tem mestrado em Melhoramento Genético de Plantas pela UNESP. Ingressou na Bayer em 2002 como trainee em Paracatu, passando por Barretos, Cachoeira Dourada, Petrolina e, mais recentemente, atua em São Paulo como Diretor de Desenvolvimento de Mercado para o Brasil.