Home > Ciência & Inovação > Agora você pode editar o DNA de bactérias em casa
Ciência & Inovação

Agora você pode editar o DNA de bactérias em casa

A edição de DNA tem ganhado cada vez mais destaque nas pesquisas científicas realizadas ao redor do mundo

04.10.2019 - Por Paulo Valim

Está chegando até às nossas casas! Agora você já pode encomendar online um kit com Crisp/Cas9 e brincar de ser cientista!

Há tempos que algumas técnicas de manipulação genética permitem a criação de organismos geneticamente modificados, como é o caso dos transgênicos amplamente utilizados na agricultura ou na produção de alguns medicamentos, como a insulina. Hoje a insulina comercializada é produzida a partir de bactérias transgênicas que receberam o gene responsável pela produção dessa proteína essencial para o metabolismo da glicose no nosso corpo. E foi nas bactérias que o mecanismo CRISP/Cas 9 foi descoberto!

Agora você pode editar o DNA de bactérias em casa

Existem vírus que são bacteriófagos, ou seja, infectam bactérias para poder se reproduzir. Os vírus inserem o material genético no interior das bactérias e esse se liga ao genoma bacteriano. Como mecanismo de proteção as bactérias utilizam Crisp/Cas9.

Mas o que é o CRISP/Cas9?

É um complexo formado por uma enzima e uma sequência repetida de material genético. A enzima é a CRISP e podemos chamar ela de “tesoura genética”. Cas9 é um fragmento de material genético que permite o reconhecimento de um sequência específica de bases nitrogenadas do material genético. Com esse complexo as bactérias conseguem identificar o material genético viral e eliminá-lo do seu genoma.

Esse mecanismo começou a ser estudado por volta dos anos 2000, mas foi 3 anos atrás que passou a ser explorado de forma mais intensa com o objetivo de melhorar a saúde humana. Experimentos já foram realizados buscando utilizar a tesoura genética para curar pacientes de câncer e HIV. Muitos resultados positivos já foram obtidos, mas há ainda muito a ser feito!

Um dos últimos estudos utilizando CRISP/Cas9 permitiu a manipulação do DNA de um embrião. O embrião em questão apresentava uma mutação no gene MYBPC3, responsável por causar a cardiopatia hipertrófica. Os cientistas tiveram sucesso ao utilizar a tesoura genética de forma que caso o embrião fosse implantado no útero geraria um bebê saudável.

Como eu posso fazer isso em casa?

Josiah Zayner é doutor em biofísica pela Universidade de Chicago e fundador da empresa responsável pela comercialização do kit que permite você editar o DNA de bactérias na cozinha de casa! Zayner é um dos líderes do movimento “biohacker” e ex-funcionário da NASA. Ele defende que os indivíduos devem ter a liberdade de hackear a sua constituição biológica para melhorar seu desempenho físico e mental. E o primeiro passo em direção a isso é a comercialização do seu kit! O kit contém as bactérias e as enzimas necessárias para você manipular geneticamente as bactérias.

A ideia é muito boa e sem dúvidas deve ter te deixado empolgado. E aí se você pudesse, qual gene você alteraria em si mesmo? Genes associados às doenças? Aqueles associados a sua capacidade intelectual? Ou os genes que atribuem características físicas, como por exemplo, a cor dos olhos? Deixe a sua opinião nos comentários do post! =D

Paulo Valim
Paulo Valim

Ciência & Inovação

Paulo Valim é professor, químico e fundador do canal Ciência em Ação, que hoje conta com mais de 600 mil inscritos no Youtube. Apaixonado por educação e inovação, tem como missão democratizar o ensino de ciências no Brasil. A opinião expressa nos artigos é de responsabilidade dos colunistas convidados e não correspondem à opinião da Bayer como empresa.