Home > Ciência > A garota de Marte
Ciência

A garota de Marte

Aos 17 anos, Alyssa Carson se prepara para integrar a equipe da NASA na histórica viagem tripulada ao planeta prevista para 2033

03.10.2018 - Por Bayer Jovens

Ela tem apenas 17 anos e um sonho ousado: quer ser a primeira pessoa a pisar - literalmente - em Marte. Apesar da pouca idade, Alyssa Carson, uma norte-americana de Louisiana, já se prepara há alguns anos para ser a astronauta escolhida pela NASA para integrar a equipe da primeira viagem tripulada ao planeta vermelho. Mas ela terá de ter paciência: a aventura só deverá acontecer em 2033, quando estiver com 32 anos.

A garota de MarteA norte-americana Alyssa em treinamento para a aventura que deverá acontecer daqui a 15 anos/Reprodução Facebook

Mesmo assim é uma proeza. A vontade de ir a Marte, especificamente, surgiu ao 3 anos de idade, quando assistia a um dos episódios do desenho animado Os Backyardigans em que os personagens se aventuravam em uma missão ao planeta vermelho. Alyssa conta, em entrevista à Teen Vogue, que gostou tanto do que viu que pendurou um mapa gigantesco de Marte em seu quarto e passou a assistir a vídeos de robôs pousando no planeta distante.

O tempo passou e o desejo de se aventurar no espaço só cresceu. Apesar de ainda não ter idade para se tornar uma astronauta - a idade oficial, pela NASA, é 18 anos -, Alyssa já coleciona alguns recordes “espaciais”: é a primeira pessoa com menos de 20 anos a completar o Programa de Passaporte da agência ao visitar todos os seus 14 Centros de Visitantes. Também já passou pelos três Space Camps (em Huntsville, Alabama; Quebec, Canadá, e Izmir, na Turquia) e é a mais jovem a ser aceita na Advanced Possum Academy, o que lhe deu o direito de se tornar oficialmente certificada para ir para o espaço e integrar o programa de estágio para astronautas da NASA.

Sua rotina de treinamento inclui missões de sobrevivência subaquáticas, comportamento em ambiente de gravidade zero ou microgravidade e testes físicos intensivos, entre outras práticas de alta exigência. Como alguns acontecem fora dos Estados Unidos, Alyssa participa de um programa internacional de bacharelado em que aprende quatro idiomas - inglês, espanhol, francês e chinês. A menina também participa de seminários pelo mundo e faz questão de estimular outros jovens a se envolverem em ciências exatas.

“Se minha história inspirar as meninas, principalmente, a seguir uma carreira em STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática, na sigla em inglês), então será ainda melhor. Luto para me tornar um bom exemplo para essas garotas e penso que é muito importante mais mulheres estudarem STEM”, disse Alyssa em entrevista à revista portuguesa Sábado.

Ao todo, o programa prevê uma permanência de três anos no planeta, período em que ela irá cultivar alimentos, realizar experimentos científicos e buscar por novos sinais de vida. Alyssa espera testar a água que já foi encontrada em Marte, “para procurar sinais de vida bacteriana nas amostras”. As outras experiências incluirão observar o solo do planeta e, se tudo der certo, aprender mais a respeito da história e das características marcianas: “O objetivo é descobrir coisas novas”.

Se quiser acompanhar o dia a dia da mais jovem futura astronauta, siga Alyssa Carson em suas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Publicado em Ciência
Tags: